Sábado, 22 de Agosto, 2009


Manuela acorda. Vai à casa-de-banho, dá uma olhada à sala e à cozinha. "MIGUEEEEL!" O pobre solta um gemido sonolento e muda de posição na cama. "ACHAS QUE ISTO SÃO HORAS DE AINDA ESTAR A DORMIR?!" Miguel sem abrir os olhos e mexendo os lábios o menos possível responde: "Mãe, estou de férias." "NÃO ME INTERESSA, LEVANTA-TE JÁ! PORQUE É QUE AS ALMOFADAS DO SOFÁ ESTÃO FORA DO SÍTIO? E QUEM É QUE ESTEVE A COMER BOLACHAS DE NOITE E NÃO LAVOU O PRATO?" Solta agora um longo bocejo. 11 horas. Deitou-se há cinco horas atrás. A noite fora longa, a cabeça latejava, e a última coisa que se lembrou ontem quando voltou com fome foi de lavar o prato onde comeu. "Mais valia ter comido sem prato, pensou". Sem abrir os olhos, arrastou-se até à casa-de-banho. Cinco minutos depois de ter entrado no banho ouviu: "DESPACHA-TE, NÃO ÉS TU QUE PAGAS A ÁGUA E O GÁS!" Resmungou entredentes, e lá saiu do banho. Foi para o quarto vestir-se. Esqueceu-se da toalha. Acontece. Enquanto toma o pequeno almoço, já não muito bem-disposto, a mãe ataca de novo "NÃO SABES FAZER NADA DE JEITO, A TOALHA NÃO É PARA FICAR NO QUARTO! RAIO DO MIÚDO! ÉS UMA DESILUSÃO!" Miguel não aguenta mais. Pega nas chaves, abre a porta e sai.

 

(História baseada em factos reais)

 

Quem é que nunca ouviu este discurso? Os pais (mães especialmente) gastam energia e anos de vida com coisas sem importância nenhuma. Para quê, pergunto eu. Saiam, divirtam-se, leiam, vejam filmes. Faz-me comichão que percam tempo a lamentar-se que o tapete tem cabelos ou que a almofada não era para estar ali. Geram discussões, que apenas alimentam o desejo dos filhos de sair de casa. Viver na imundice, claro que não. Mas estar preocupada em estar sempre tudo perfeito também é exagero. 

escrito por no idea às 23:29

mais sobre mim
Sobre mim

(segundo o facebook)

Que personagem dos Simpsons és?

Lisa Simpson

Photobucket

A intelectualidade e a maturidade são tuas. Agora falta-te o que é teu. Não tens nada, mas tudo o que tens ganhaste-o com grande mérito e honra. Adoras saber mais e mais e nunca te cansas de trabalhar para o intelecto. No entanto achas-te inútil e inferior a muitos outros porque pensas que na vida o mais importante é o poder económico e estético. A humildade exagerada e a perfeição dão cabo do teu meio, mas tu adoras ambientar-te nelas.

Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab


4
5
6
7
8

9
10
11
14
15

16
17
18
19
20
21

23
26
27
28
29

31


últ. comentários
Lindo, isto é lindo de facto, secalhar é um carimb...
Deve ser deve
AhahahaPior só mesmo terem-me dito que não me podi...
Concordo! E digo mais! Há por ai muito gajo que de...
AhahahaHá ainda outra razão: celibato ;D
Também já me perguntei isso.. Deviamos reclamar.be...
É... sao poupados no conteudo. Mas nao poupam no p...
Só para deixar um beijinho...Gostei do texto
Eu odeio pombos... são criaturas realmente muito s...
Hihi, compreendo-te, compreendo-te! Os velhotes ac...
Old ideas
pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro