Quarta-feira, 29 de Julho, 2009

Trrrrim. A campainha toca com aquele som frenético e irritante. "Quem é?" Ninguém responde. Decido não abrir a porta. Trrrrim, de novo. Nem pergunto quem é, abro logo a porta. Ouvem-se passos. Pesados. Parecem de homem. Espreito pelo buraquinho da porta, mas de nada adianta, está demasiado embaciado para se conseguir distinguir um rosto. Abro a porta.

Não me mexo. Permaneço imóvel. Os olhos enchem-se de lágrimas, mas estou com o maior sorriso do mundo. Vejo uns grandes e expressivos olhos azuis a olhar para mim. A pessoa sorri, como se nada tivesse acontecido. De repente, salto-lhe para cima, dou-lhe um abraço que deve ter feito doer alguns ossos, e o casaco enche-se de água que insiste em cair dos meus olhos. Choro compulsivamente. "Onde é que andaste?" "Não consegui contactar-te, mas estive de férias". "Nunca me deixes, por favor". "Está descansada, isso nunca vai acontecer". Fico agarrada a ele durante muito tempo. Não o quero largar. Atrás de nós, aparece a minha mãe. Deixa cair os sacos de compras no chão. Também ela chora. "Porque é que desapareceste sem dizer nada?!", diz ela entre soluços. Abraçamo-nos os três. Ele continua com aquele sorriso na cara, talvez nunca se tivesse apercebido o quanto nós gostávamos dele. "Nunca te esqueças, eu gosto muito de ti, pai". "Eu também, cachopa". Sorrio.

 

E acordo para a vida real. E nada disto aconteceu. E tu não estás cá com o teu sorriso e os teus olhos azuis.

 

E levaste o meu sorriso contigo.

 

Faz hoje um mês.

escrito por no idea às 01:02

Só para deixar um beijinho...
Gostei do texto
M a 2 de Agosto de 2009 às 17:27


mais sobre mim
Sobre mim

(segundo o facebook)

Que personagem dos Simpsons és?

Lisa Simpson

Photobucket

A intelectualidade e a maturidade são tuas. Agora falta-te o que é teu. Não tens nada, mas tudo o que tens ganhaste-o com grande mérito e honra. Adoras saber mais e mais e nunca te cansas de trabalhar para o intelecto. No entanto achas-te inútil e inferior a muitos outros porque pensas que na vida o mais importante é o poder económico e estético. A humildade exagerada e a perfeição dão cabo do teu meio, mas tu adoras ambientar-te nelas.

Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

20
21
22
23
24

26
28
30
31


últ. comentários
Lindo, isto é lindo de facto, secalhar é um carimb...
Deve ser deve
AhahahaPior só mesmo terem-me dito que não me podi...
Concordo! E digo mais! Há por ai muito gajo que de...
AhahahaHá ainda outra razão: celibato ;D
Também já me perguntei isso.. Deviamos reclamar.be...
É... sao poupados no conteudo. Mas nao poupam no p...
Só para deixar um beijinho...Gostei do texto
Eu odeio pombos... são criaturas realmente muito s...
Hihi, compreendo-te, compreendo-te! Os velhotes ac...
Old ideas
pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro